Hola Barcelona!

Querem vir connosco a Barcelona? Esta viagem foi no início do verão mas, como visitámos tantos sítios bonitos não queríamos deixar de partilhar com vocês.

Era a minha terceira vez em Barcelona e a segunda vez do Leone e da Inês, e tenho que admitir que antes da viagem estava muito ansiosa por rever a cidade. Sinto que com cada viagem que faço, a minha maneira de descobrir uma cidade vai-se tornando mais completa e procura sempre novas coisas.

barcelona-weareloveaddicts-18
Barcelona é uma cidade bonita, transpira arte por todos os lados mas não fiquei de todo surpreendida. Houve vários aspectos negativos que destruíram as minhas expectativas. No entanto, a nossa viagem tinha um propósito superior a isso tudo – o Primavera Sound Barcelona. E que incrível que foi. Mas falaremos disso mais à frente pois para além de música houve muito passeio em modo turista. Prontos para a partida?

Arrancámos de Lisboa bem cedo. E cedo é um vôo com partida às 6h00 da manhã. Nós somos um pouco loucos no que toca a vôos e quanto mais cedo, melhor. Desta vez não ficámos em nenhum apartamento AirBnB, os preços estavam estupidamente loucos e acabamos por encontrar uma promoção para um hotel na zona de Gloriès que foi a ideal: estávamos a 10 minutos do centro da cidade de autocarro e a 20 minutos de eléctrico do festival. Localização perfeita! Deixamos as malas no hotel e seguimos caminho pela tão quente Barcelona.

Primeira prioridade – almoçar! Recorremos ao nosso mapa, onde tinha previamente marcado vários sítios para pequeno-almoço, almoço, jantar, lojas, monumentos, etc, e vimos que estávamos a um passinho do BACOA. Um espaço pensado para os jovens estudantes, moderno e com uma decoração nota 10. Fizemos o nosso pedido e rapidamente estávamos a delirar com um dos melhores hambúrgueres que já comemos. Frango, ananás, bacon e abacate – combinação dos deuses.

barcelona-weareloveaddicts-01barcelona-weareloveaddicts-Bbarcelona-weareloveaddicts-05barcelona-weareloveaddicts-Cbarcelona-weareloveaddicts-10
Estávamos empanturrados até mais não e decidimos descer até às Ramblas para desmoer.

Ora bem, as ramblas .. tão características, tão caóticas e tão assustadoras. E porquê? Porque para além de estarem a transbordar de turistas, estão também a transbordar de ladrões e mentirosos a tentar passar a perna às pessoas. O costume, é normal, há em todas as cidades, dizem vocês. Pois bem, eu digo-vos que das cidades que visitei até agora, Barcelona foi onde me senti mais insegura e com a sensação que a qualquer momento ia ficar sem mala. Por isso, tenham cuidado.

A meio das ramblas encontra-se a Plaza Real. Ao amanhecer deve ser dos sítios mais bonitos para fotografar. Uma praça recheada de restaurantes com esplanadas bonitas, muitas palmeiras e uma paleta de cores tropical. De lá até ao bairro gótico é um tirinho e continuamos a andar sem rumo, pondo os olhos no máximo que conseguimos.

barcelona-weareloveaddicts-17barcelona-weareloveaddicts-Dbarcelona-weareloveaddicts-13barcelona-weareloveaddicts-Ebarcelona-weareloveaddicts-20

O cansaço tomou conta de nós e aproveitamos para ir descansar um pouco antes do aquecimento do festival. O dia 31 era grátis e uma das nossas bandas favoritas ia tocar – os Local Natives. Siesta feita, rumámos ao eléctrico e 20 minutos depois, lá estávamos nós, no Parc del Forúm. Há melhor maneira de acabar um dia do que com um concerto? Para nós não.

barcelona-weareloveaddicts-66barcelona-weareloveaddicts-67barcelona-weareloveaddicts-A

Fiquem por aí pois há várias aventuras destes dias por Barcelona.

Até amanhã, Joana & Leone.

* Uma pequena nota: os textos que vamos partilhar convosco sobre estes dias foram escritos na semana seguinte a voltarmos. Acho que até comecei a escrever logo no vôo na vinda para Lisboa. Com todos os acontecimentos infelizes que tiveram lugar recentemente em Barcelona, foi mais uma razão para partilhar. Barcelona é uma cidade incrível, com uma luz e beleza própria e onde fomos bem recebidos em todo o lado. Experiências menos boas há em todas as cidades. As Ramblas são um sítio complicado. A minha opinião é sincera, sentia-me muito insegura a percorrer a avenida mas sei que sou super obcecada e tenho dificuldade em relaxar. Se tiverem alguma questão sobre a cidade, enviem-nos um e-mail. Teremos todo o gosto em ajudar!