a Noiva . parte 2

Hoje é sobre cabelo, make-up e bouquets.Algumas escolhas foram fáceis, outras nem tanto.

Eu sempre soube quem ia arranjar o meu cabelo no dia do casamento. Há anos que o nosso amigo Miguel Maria, dono do Loft mais cool de Carcavelos, nos corta o cabelo e também me pinta. Foi com ele que fiz todas as mudanças de cor e cortes mais ousados. Por isso, ninguém conhece melhor o cabelo e, em certa parte, a mim. Chegar até ao penteado final não foi pêra doce, apenas porque eu achava que queria uma coisa e quando testámos não era bem eu. Ainda bem que o Mimi não ficou satisfeito com o resultado e tentámos as vezes necessárias até dizermos os dois – é isto mesmo! E assim foi.

Só na semana do casamento é que o penteado ficou mesmo fechado. A última prova de cabelos coincidiu com a última prova na Madbridal e pude-me ver com o penteado e o vestido. E foi incrível! O meu penteado era do mais simples que pode haver. Estive mais de um ano a deixar crescer o cabelo a pensar que iria fazer um apanhado, depois umas ondas marcantes à la old hollywood e no final, acabamos por cortar um pouco acima dos ombros e fazer umas ondas mais cuidadas mas despreocupadas. O cabelo aguentou o dia todo graças às melhores mãos de Lisboa. 

A make-up foi um assunto que me deixou a pensar durante muito e muito tempo, pois eu quase não uso maquilhagem no meu dia-a-dia. Apenas uso máscara de pestanas, lápis de sobrancelhas e batom vermelho. E é isto que faço todos os dias. Mais nada. E como nunca me vi com uma full face, estava com muito receio de como me iria sentir. Ou não me sentir eu mesma. 

Posto isto, a minha pesquisa foi quase nula pois enviei apenas um e-mail à maquilhadora que adoro, sigo há muito tempo e que já tinha trabalhado com a Madbridal – a Cati Beauty. E foi a melhor decisão de sempre! A Cati é um verdadeiro amor de pessoa. Sem exageros. Tem uma voz tão doce que nos embala no processo todo. Ela como eu, não gosta de exageros, nem de caras sobrecarregadas. Foi um verdadeiro match made in heaven. Fizemos a prova de maquilhagem em Abril e levei a minha madrinha Guigas para me dar uma opinião sincera. Eu adorei o resultado e senti-me bem bonita, I was feeling myself, mas admito que não foi fácil ver-me ao espelho pois nunca me tinha visto assim, com tanta maquilhagem (apesar de a Guigas me ter dito mil vezes “Joana, ela quase não te pôs nada na cara, eu estava a ver!”). Até ao dia do casamento tive algum tempo para amadurecer a ideia e não me permiti stressar ou pânicar com o assunto. Às vezes é complicado imaginar o resultado total e final.

E é necessário confiar na palavra das pessoas à nossa volta.

 


No dia, a Cati acabou por maquilhar a minha mãe, irmã, madrinha e madrinha de casamento. Toda a gente a adorou e encheram-na de elogios. Eu sentei-me na cadeira, pronta para confiar nas mãos da Cati e foi o momento mais relaxante da preparação. Havia boa música de fundo, a Leica dormia aos meus pés e a Cati fazia a sua magia. 

Para além de make-up, a Cati também faz cabelos e faz penteados lindos. Vejam o instagram dela porque vale mesmo a pena. Se procuram alguém que vos transmita muita calma no vosso dia, a Cati Beauty é a pessoa perfeita. 


No início do planeamento do casamento, tinha na minha cabeça que queria fazer eu o meu próprio bouquet e que ia ser eu a encomendar flores e bla bla bla. Tudo muito bonito na teoria e tinha dado umas fotografias incríveis. Mas, a meio do processo, tomei a decisão que eu deveria estar preocupada com o mínimo de coisas possíveis no dia do casamento. Lidar com a ansiedade e antecipação da cerimónia, ler e reler os votos enquanto o Miguel e a Cati me tratavam do cabelo e maquilhavam, já era o suficiente para a minha cabeça. E foi o melhor que fiz. Não estava a procura dela, mas a Bárbara, aka FlowerLove Wedding, cruzou-se comigo através da partilha de uma noiva (que já não me lembro quem) nos stories e identifiquei-me de imediatamente com o seu estilo. Tinha bouquets de fazer suspirar qualquer pessoa! Enviei e-mail a pedir orçamento e a Bárbara foi tão simpática e atenciosa que confiei de imediato no trabalho dela. Enviou-me uma sugestão de flores consoante as minhas inspirações e voilá!


A Bárbara foi super prestável em todo o processo, agilizou a entrega com os meus pais conforme eles podiam e não podia ter ficado mais feliz com o resultado. Quando os meus pais chegaram à Quinta, no dia 14, com o meu bouquet e um mais pequeno para o “lançamento”, os meus olhos brilharam. Estava super bonito, elegante e o apontamento que faltava ao meu vestido. Não podia ter ficado mais feliz com o resultado. Ah! E não digam a ninguém mas .. ainda tenho o bouquet lá em casa e não me consigo desfazer dele. Está totalmente seco mas perfeito que só ele.

Espero que estejam a gostar desta série de partilhas sobre o nosso casamento.
Eu estou a adorar reviver tudo e passar para palavras aquele dia tão especial.
E não tenham vergonha de perguntar! Já algumas corajosas o fizeram através do instagram.
Estou à distância de uma mensagem!

Voltamos na próxima terça-feira com o tema – estacionário & decoração.

com amor,
Joana


Todas as fotografias que hoje partilhamos são do Doncel y Alcoba, os nossos fotógrafos pelos quais nos apaixonámos perdidamente.